sábado, 3 de novembro de 2007

Brasiu Mobral

Tinhamos eu e Alfafa, um professor de matemática no 2º grau que ficou famoso por suas pérolas na língua portuguesa. Ele nos mandava resolver problemas nos paralelogramo, achar as tangente, e discursava com ânimo sobre os ponto. Percebe-se que concordância nominal nunca foi o seu forte (aliás, nem matemática foi, mas como diz a Ru, abafa o caso). Não sei se isso é tendência, mas que eu não teria aulas nesse lugar, ah não teria! Diz aí Ru! Isso procede ou é mais uma lenda urbana?

7 comentários:

Ru Correa disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Professores de matemática tem tendência à números, ficando bitolotados com eles e, consequentemente, não se preocupando tanto com as letras (a não ser quando elas estão no meio de equações!!!)Mas daí a falar errado também.. ai ai ai...
Esse cara era burro mesmo!! Se ele estivesse trocando s por z, x por ch em palavras difíceis, vá lá... mas... "achar as tangentE"????????? Não!!
Ah, voltando a chupar a manga, é lenda urbana se generalizarmos...
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Eu fujo a "eça" regra! ("cerá"?)
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Temos inúmeros professores de matemática competentíssimos, que escrevem muito bem.. mas também temos "os paia" ... kkkkkkkkkk... provando mais uma vez que em toda regra há "exceção"!!!

Beeeeeeeeeeeeeeeijos!!!
Adorei!!!

Du disse...

Então tá, seu Zé... Editado e revisado pelo professor Batata!

Bom domingo!

Beijusssssssssssssss

As palavras minhas disse...

E ae.
Obrigado ai pela visita la no blog.
E quanto ao link, se preocupe não, eu linkei todo mundo e não pedi linl a ninguem... heauheauehauehauhea
Sou altruísta.
Mas pode deixar que segunda eu te aviso.
abraço.

Pepino Supremus disse...

deve ser tio do joel!

Tabexa disse...

Judiação...

Sleek disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!

Como sempre! Seus posts são super! E esse então.. superou!

kkkkkkkkkkk

doedinha disse...

Tadinho gente! Lembrei de uma observação muito conviniente da minha menina-flor: - "Mainha a letrinha "S" num parece um rabinho?!"

Ahahahahahaahha... Então poderíamos afirmar que o professor de matemática esqueceu o rabinho, né?! Vixi Maria!